sexta-feira, agosto 26, 2005

Estômago tiritante

Ontem, por coincidência com a 1º página do “Público”, vi esta Maria. Não sei explicar muito bem, mas parece que ando a ficar mais impressionável com o passar dos anos. Ou então ainda venho fresquinho das férias.
E vai daí, por falar em férias e obras que abordam temas delicados, conheci estes “Capitães de Areia” (curiosamente numa praia de calhau, ortopédica mas ortopédica...) nesta última temporada. Sei que são mais velhos que a Sé de Braga e que, muito provavelmente, devo ser o único tipo da minha geração a quem eles ainda não tinham sido devidamente apresentados. Mas, como não é novidade pôr-me escrever sobre velharias, gostava de deixar aqui cair que foi das coisas mais bonitas que já li (assim mesmo, com frase piegas e tudo).
Se alguém um dia souber onde se arranja o filme (de 1971...) por favor diga qualquer coisa (pode ser mesmo aqui, entre um ou dois insultos, hehehe!).

Lx

2 Comments:

Blogger Jaf said...

Essa de teres sido um dos últimos da tua geração a ler Jorge Amado é para rir...
Faz aí uma amostra dos teus colegas de liceu ou faculdade e vê lá quantos é que leram esse livro...ou que lêem livros, já agora...
Vê lá se aterras..."ground Control to Major Tom"

8:44 da manhã  
Blogger Jq said...

Bem, só para esclarecer que não foi vaidade dissimulada. Já me tinham falado deste livro há uns anos valentes (nem me lembro de quem) e só agora me dei ao trabalho. E como é de 1937... "Planet Earth is blue / And there's nothing I can do"

11:31 da manhã  

Publicar um comentário

<< Home