segunda-feira, julho 25, 2005

Sonhar é fixe: O Bochechas também tem “writer’s block”!!!

Confesso que já em pouco consigo pensar para além das férias que começam daqui a cerca de 96 horas...

O meu ritmo intenso de trabalho da semana passada em que a minha fábrica esteve parada, trouxe-me um ligeiro torpor e uma certa inibição de escrita aqui para o tasco...as fábricas são assim, quando se pára é quando se trabalha mais e o stress é maior...é um pouco como os mecânicos da F1 que têm os picos de trabalho quando o carro vai às boxes...

E o que foi que me tirou deste “writer’s block”?...bem, primeiro devo esclarecer que não sou um escritor, o inglesismo anterior destina-se a dar pinta ao texto...bom, onde é que eu ia...pois...o que me desbloqueou foi ouvir, ao acordar no domingo à uma da tarde, que o candidato da esquerda às presidenciais, vulgo carnum per canhonis est, é nada mais nada menos que o octogenário Mário Soares!!!

Primeiro ainda pensei que era mais um efeito secundário do excesso de bebida da noite de sábado que me deixou meio azamboado...mas, depois vi que era mesmo verdade...comecei a matutar nas razões que possam ter levado a esta situação, aqui vão algumas hipóteses:

a) Como o governo é do PS e agora há na Administração Pública tachos mais bem pagos do que ser P.R., os homens de esquerda em idade de trabalhar, não estão aqui para perder guito...

b) O José Sócrates acordou molhado ao sonhar com o poeta presidente Manuel Alegre, a discursar, na tão querida do nosso 1º. M. Washington D.C., em pleno Capitólio, exclamando:
”-... because nobody, nobody in here, tells me to shut up, OK?”...

c) Soares pensou que o candidato da extrema-esquerda, fundador do CDS, o Freitas, ia mesmo avançar...e viu a hipótese de reeditar o duelo de 86, apaziguando a sua dolorosa nostalgia de ouvir a juventude a gritar: “- Soares é fixe!!!”...

d) O Prof. Cavaco Silva é o papão...

e) Mário Soares também tem “writer’s block”...

Esta última, penso que seja a mais plausível, já que é sabido que o Soares queria iniciar uma carreira literária aquando do fim da sua carreira política. Mas averiguemos as suas chances como romancista, buscando inspiração:

1) Na sua vida amorosa: Casou com a castíssima Maria Barroso, logo nada de interessante daí virá...
2) Na vida amorosa do filho João: essa sim mais conturbada, mas convém não lhe estragar as hipóteses em Sintra...
3) Na sua luta anti-fascista: não se lhe reconhecem o atleticismo e jeito para o ciclismo evidenciado por Cunhal no romance “Até sempre Camadaradas!”, nem tão pouco usufruiu das sexys camaradas clandestinas ao serviço do Partido Comunista...

A única hipótese será escrever um livro de grande acção sobre os meandros da política internacional, talvez inspirado na história verídica da adesão de Portugal à CEE, para depois o Sydney Pollack adaptar ao cinema...aliás como só ele sabe fazer...para o papel de Bochechas proponho o Walter Mathau, mas acho que já bateu a bota...ou então o Bud Spencer, o saudoso Trinita, com lentes de contacto, que esse sim está vivo, porque ainda agora participou numa xaropada sobre piratas chineses do séc. XVIII falada em italiano que vi noutro dia no CAE...

Como vêem, o patriarca da esquerda já deve estar farto de olhar para a máquina de escrever, sem que os seus dedos se mexam, por isso, ou contrata uma estenógrafa jeitosa que o inspire...ou vai ter de continuar na política...a qualquer custo...


3 Comments:

Blogger Jq said...

O Sócrates acordou molhado? Mas não tínhamos combinado evitar resvalar para a ordinarice?

6:33 da tarde  
Anonymous duda said...

ouve lá pá, o mário soares tem ais pedalada para as gajas que nós todos juntos! informação fidedigna! foi um jornalista que o acompanhava nas visitas de estado que me disse!

12:26 da manhã  
Blogger Jq said...

Já um dos funcionários aqui do edifício ouviu, de um terceiro, que: "palavra de honra, esse tal de Mário Soares, até p@!£[£|&% é". Fica a dúvida.

11:42 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home