quarta-feira, julho 13, 2005

“Muito bem!”

“O Sr. Ministro da Segurança Social e do Trabalho: - Sr. Presidente, vou procurar ser breve na resposta aos Srs. Deputados que tiveram a amabilidade de me colocar algumas questões.Permita-me no entanto, Sr. Presidente, antes de tudo, dizer que "palhaçada" não é uma expressão parlamentar,…
O Sr. Guilherme Silva (PSD): - Muito bem!
O Orador: - … mas é uma atitude para lamentar.
O Sr. Honório Novo (PCP): - E levantar-se para agradecer?!…
O Orador: - Não, eu levantei-me ligeiramente, porque tenho liberdade de movimentos, ao contrário de vós.
O Sr. Honório Novo (PCP): - Mas também não é uma atitude parlamentar.”

Finalmente a Internet ao serviço dos cidadãos.
Uma das coisas que mais aprecio no “tuga” é o “bitaite”. Há os profissionais, malta calejada que tem sempre a deixa certeira pronta, e os meros aprendizes (eu, pessoalmente, acho que sou sobretudo um simples aficionado, um observador; para quem um bom “chega-lhe!” se adapta facilmente à grande maioria das situações).
Há vários sítios e gurus que frequentemente tenho o privilégio de observar. Destaco apenas o estádio de Alvalade (onde tenho enriquecido significativamente o meu léxico) e um dos contínuos do edifício onde trabalho (Homem de certa idade, respeitável, de família e porta-chaves do Benfica; de quem já ouvi duas frases que me marcaram: “parece que esse Mário Soares até p#&/£!%o é!”; e um sentido “os lagartos lerpavam já hoje na UEFA qu’é p’r’amocharem”).
Mas nisto não há nada como os verdadeiros profissionais. Soube há momentos que a versão online da Assembleia da República disponibiliza as transcrições das sessões parlamentares. Pensava eu que apenas iria encontrar os discursos proferidos por cada interveniente. Mas não, está tudo. O “muito bem”, o “chega-lhe”, o “é o estilo cassete”, o “é de homem!”. E as discussões, por vezes metafísicas, como a transcrita no início deste post.
Infelizmente, não tive ainda tempo para desencantar as pérolas que a nossa democracia gerou, mas dado que é possível pesquisar por palavra, expressão e autor; presumo que acabei de acrescentar mais um item à minha rotina diária. Apenas uma primeira impressão, esta rapaziada nova que por lá anda agora são uns meninos. Pelo que já consegui constatar, ali no início (até ’85 vá lá) é que se faziam debates à homem.
Lx

PS- foto gamada à bruta na Web.

0 Comments:

Publicar um comentário

<< Home