quinta-feira, maio 12, 2005

"povo que lavas no rio"

Sim senhor, então vamos lá continuar a traulitada (estamos a “evoluir” lentamente, de blog a casa de fados e, daqui a pouco, a roullote de bifanas).

Quanto à história da penitência musical, pela oratória não me pareceu que tenhas convivido muito bem com a caricatura (será isto caricaturável?"). E falei no plural sem procuração. Daí o pedido de desculpas.

Não esqueçam a política, era mesmo não esqueçam a política. Incluam-na na estatística. Estou farto de energúmenos em lugares de decisão.

Qual é o comentarista que só faz comentário? Pelo que sei, o Nicolau Santos é “apenas” jornalista. Ou seja, engloba-se facilmente na categoria dos comentaristas profissionais. E é dos poucos que parece perceber do que fala (ou pelo menos entretém-me). Não me parece que o faça por refúgio (mas isto já é parapsicologia minha).

Confesso que a partir de certa altura me baralhaste. A opinião dele (do Delgado) não interessa nada porque ele não percebe de nada ou interessa porque ele tem um cargo relevante? Eu confesso que o leio (pois já não o consigo ouvir) da mesma forma que vejo um jogo do Benfica (a puxar pelo adversário). E, infelizmente, o que este indivíduo diz é importante. Não pelo conteúdo intelectual (nulo), mas porque nos permite perceber alguns factos com os quais somos obrigados a conviver (pelos visto o último é o branqueamento de autarcas).
Já agora, costumo ler comentários (e factos também). O que é diferente de mudar de sentido de voto ou de posição por causa deles (sinceramente é algo a que não consigo responder, por um isolado creio que nunca o fiz, mas por vários creio que sim).

Também apenas pretendo expor os meus pontos de vista (afinal, por isso é que isto não serve para nada).

Não pares de escrever. E deixa lá isso dos bidés e o camandro.

Lx

2 Comments:

Blogger Jaf said...

Epah, de uma vez por todas, apenas queria relativizar, à medida da minha vida, o impacto que a qualidade dos "comentaristas" tem.

Quero saber como é que convences um gajo competente neste momento a dedicar-se à política...a mim não me choca que os políticos ganhem bem...desde que o processo seja transparente, eheh...

O Delgado é uma besta, mas esse é o papel dele no número de circo, como gestor não faço ideia...é como tu dizes, até pode ser bom pai de família...

6:20 da tarde  
Anonymous imortalius said...

lavar roupa é mm o termo...vamos la a acalmar os animos...

11:06 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home