quarta-feira, novembro 30, 2005

O crédito por telefone

Dado que os tempos são de (pré-)campanha eleitoral, e como estava a chegar ao Largo do Rato, ainda pensei que se tratasse de alguma “iniciativa”. O gosto continuaria a ser duvidoso, mas eu começo a acreditar em tudo. Tive as horas de sono necessárias, pelo que não me posso queixar de alucinações.
Um casal de malta jovem, naquela de ganhar uns trocos (tudo bem). A ideia é que me pareceu...bem...nem sei o quê... Quando o semáforo para os peões virava para o verde, vinham os dois para o meio da passadeira, com uma t-shirt da marca em questão por cima da roupa normal, boné e cada um com uma bandeira. Ficavam a acená-las (assim, do género, claque de futebol) até o semáforo voltar ao vermelho...
Curioso o esforço que precisei fazer para perceber de que marca se tratava.
O problema deve ser meu. E, nesse caso, venha o feriado, se fizer favor.
Lx

1 Comments:

Anonymous druida said...

o natal tem destas coisas...

6:40 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home