quinta-feira, junho 26, 2008

Divorcio-me da política todas as 5ªfeiras...

...pois é. Apesar do meu crescente descrédito na utilidade da classe política que ajudei a eleger, o final das minhas noites de 5ª feira é dedicado ao debate político na TV.

Na SicN, o clássico "A Quadratura do Círculo". Os senadores Pacheco Pereira, Lobo Xavier e António Costa trocam lábia inconsequente, mas lábia inconsequente de nível. Existe muito fair-play, muito poder de encaixe e muitos sorrisos. A mim diverte-me bastante. Estranho a minha aparente predilecção pelas intervenções do dúbio Lobo Xavier.

No Canal 1, simultaneamente decorre o "Corredor do Poder". Aqui os intervenientes são mais juniores. O PS, PSD e PP apresentam 3 variações do chico-esperto:
- PS, Marcos Perestrelo, aprendiz de chico-esperto. Curiosamente lembra um pouco o nosso PM quando era mais novo. Deve ter futuro portanto.
- PSD, Marco António, chico-esperto em velocidade de cruzeiro. Autarca do Norte, ainda não saíu totalmente do armário no que concerne ao populismo. Vai herdar a Câmara de V.N. de Gaia.
- PP, Nuno Melo, um chico-esperto maduro, do Norte, mas de Braga. Mais uma nulidade muito convicta de si própria, como é normal na malta do Portas.

O PC apresenta uma cassete disfarçada de camafeu de biblioteca. Cumpre o seu papel de cassete, mas ninguém me tira que é camafeu por convicção e devoção ao Comité Central. Nada que uma ida às compras com a Joana Amaral Dias não resolvesse...Ainda não fixei o nome dela, podia googlar, mas não me apetece.

O BE apresenta a ponta-de-lança da extrema esquerda moderna: Ana Drago.

E é aqui que o discurso político cai e o meu divórcio acontece...é que quando ela fala tudo o que eu penso (e , pela caras deles, suspeito que os chicos-espertos também) é o que faria com ela se ela viesse jantar cá a casa.


Ela tem orelhas de dumbo, uma penca do caraças, mas inexplicavelmente, acho-a sensual.

E são estes os meus pensamentos e preocupações políticas.

Entretanto o PS coloca esta tal Marta Rebelo na AR.


Uau. Há coisas fantásticas não há?

0 Comments:

Publicar um comentário

<< Home