sexta-feira, fevereiro 17, 2006

Invejas e contradições...

Este é um texto contaminado pelo facto de já estar a trabalhar desde meio de Agosto, sem férias...e de não ter namorada há uns tempos valentes...

Havia uma amiga minha que me perguntava, com uma cara de meio desapontamento:”...é isto que tu queres? Ficar na Figueira?”.
Eu sou engenheiro químico, pertenço aos quadros da equipa de produção de uma empresa grande, que é um dos raros casos de sucesso no país. Dentro do processo produtivo da fábrica onde trabalho encontram-se pelo menos um exemplo de todas tecnologias/processos que aprendi na minha licenciatura.

Pode-se então afirmar que tenho um bom emprego: relativamente estável, adequado à minha formação base e que me dá uma razoável situação financeira (por enquanto). O meu emprego foi uma boa oportunidade que agarrei com unhas e dentes...

A minha fábrica fica a 12km da cidade onde vivi 22 dos meus 28 anos de vida. E apesar disso, sou um estranho na minha cidade, a maior parte dos meus amigos da minha geração estão noutras paragens. Começo a perceber que se é para estar sozinho, mais valia ser bem longe daqui...

Comprei uma boa casa, bastante gira...e a 500m da casa onde vivo com os meus pais. Mas não tenho grande pressa de ir lá morar...

Tenho duas semanas de férias e dinheiro para ir a bastantes sítios no mundo. Não me apetece ir a nenhum, simplesmente porque teria de ir sozinho.

A minha vida actualmente é uma grande vitória para o meu auto-conformismo, que sempre tentei combater, mas que me derrota. O contra-balanço disto tudo tem sido a realização profissional, não a nível monetário ou de carreira, mas a nível do interesse e do desafio daquilo que faço. Mas quando essa parte falha, e nos últimos meses tem falhado bastante, pouco resta.

Por isso quando ouço notícias do meu amigo que depois do trabalho na Suíça, viajando pelo mundo inteiro, vai agora trabalhar para o Dubai, do meu amigo que está no MIT, do meu colega de blog que está a dar a volta ao mundo a conduzir um navio de cruzeiro, da minha amiga (a que me questionou) que está no México, para fazer tese de Mestrado, depois de ter vivido na Finlandia, Costa Rica, Austria, e Coreia do Sul, fico muito feliz por eles. Por mim, fico deslumbrado e com uma ponta de inveja.

Os que me acharem mal-agradecido, talvez estejam cobertos de razão.
Os que me acharem cobarde, talvez estejam cobertos de razão.
Os que me acharem preguiçoso, talvez estejam cobertos de razão.
Os que acharem que “eu não sei o que custa a vida”, talvez estejam cobertos de razão.
Mas a vida é assim...e a melancolia que sinto está diagnosticada. Por muito fútil que pareça...

9 Comments:

Blogger psil said...

colegas são as p%#!$

7:01 da manhã  
Blogger Jq said...

E os jogadores do Benfas!

9:46 da tarde  
Blogger Mãe Frenética said...

Adorei este teu post, JAF.
Acho q te fiquei a conhecer melhor agora.

E entendo-te perfeitamente... quando vejo outros a fazer coisas q eu tb gostava.
Mas se calhar os outrso tb invejam algumas coisas da tua vida.

Essa tua amiga q te questionou se ias ficar toda a tua vida nessa terrinha tem feitio para viajar. Olha, eu não tenho (já estive sozinha a trabalhar na Alemanha e detestei), por isso não te questiono pq percebo mto bem.

Qto a quereres mais da tua vida pessoal queria dizer-te, em tom de brincadeira, mas tb mto a sério (mesmo!), q tenho mtas amigas solteiras q tb têm tudo a nível profissional, são giras, mas "falta-lhes companhia para viajar".
Tb têm casa a 500 m das dos pais, mas não têm pressa de se mudar.
Tb têm 2 semanas e dinheiro para gozar férias, mas não querem ir sós...

Meu Deus, onde é q eu já ouvi esta história? ;))
Da proxima vez que elas se queixarem posso dar-lhes o teu nr de telefone? ;))

10:05 da tarde  
Anonymous druida said...

mano, não há palavras para descrever as pérolas que saem desses dedos!

11:27 da tarde  
Blogger psil said...

obrigado mano druida, eu sabia que ias saber apreciar.
abraço

7:12 da manhã  
Blogger Jaf said...

psil e jq: colegas sem ofensa.

qual será o termo apropriado?

Mamã Fren.: obrigado pelas oferendas ;)

12:05 da tarde  
Blogger Jaf said...

Adenda para Mãe Frenética:

Eu tenho feitio para viajar.

Ficar na Figueira nunca foi um factor decisivo na busca de emprego.

Dizeres que me conheces melhor por causa de um post é no mínimo, muito optimista. E estranho. Afinal tiveste pelo menos cincos anos de oportunidades e ao vivo.

Beijo

1:59 da tarde  
Anonymous Jn said...

Só agora é que percebi quem é que anda a viajar de barco....

Deve ser da idade...

12:34 da manhã  
Blogger Rita Rabiga said...

Espectáculo de post!

7:34 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home