quarta-feira, fevereiro 15, 2006

Linha internacional de mudança de data

Passei a linha internacional de mudança de data.
Isto significa que para mim o dia 13 de Fevereiro não existiu.
Esta linha oferece-nos possibilidades que não estão ao alcance de mais nenhuma linha.
Por exemplo, se tivermos um dia excelente, um daqueles dias que vamos recordar para toda a vida, em que tudo corre bem e estamos em harmonia com o mundo, uma dia tão bom que apetece repetir...FÁCIL!!!!
Basta cruzar a linha no sentido Oeste-Leste, e já está.
Por outro lado, se anteciparmos um dia mau, um dia em que mais vale não sair de casa, um dia em é melhor não abrir a boca, um dia em que não se deve mexer em nada para não partir, um dia que não devia existir...FÁCIL!!!
Basta cruzar a linha no sentido Leste-Oeste, e já está.
Mesmo que não haja esse poder de antecipação que nos deixe prever uma catástrofe, não faz mal, pois podemos sempre mudar de dia a meio. E ainda existe outra situação típica de utilização da linha de mudança de data, que é quando temos um dia mau devido a erros isolados e identificáveis. Neste caso, podemos cruzar a linha no sentido Oeste-Leste, e temos uma nova oportunidade para corrigir qualquer atitude irreflectida que possamos ter tido.
É por isso que eu digo que não há nenhuma linha que chegue aos calcanhares da linha
internacional de mudança de data, esta sim, uma grande invenção da Humanidade.
E aqueles gajos que dizem que vivem como se não houvesse amanhã, que provavelmente são os mesmos que afirmam que o mundo é pequeno, deviam escolher bem as palavras antes de decidirem abrir a boca.

Suva, Fiji

4 Comments:

Blogger Jq said...

Já eu não saio desta linha.

2:19 da tarde  
Blogger LicasTricas said...

Afinal existe o "Undo" na vida real!!!... E eu que tanto anseava por ele... (mais pormenores na página da turtúlia Pastelense)
Obrigada Psil, por esta descoberta fabulosa!;)))))))))))

9:01 da manhã  
Blogger Parr Wake said...

PUTO

8:20 da tarde  
Anonymous tut said...

rarara!!!!!!!!!!!!!1

6:51 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home