quarta-feira, dezembro 03, 2008

F-D-S prolongado...o que passou...

...sim pareço o Bruno Nogueira que à 2ªfeira tem uma rubrica na TSF chamada "Sugestões para o fim-de-semana que passou".
Com tanta borrasca já previa que ia falar de filmes. Mas...

Mas, sexta ainda fui ver os Deolinda ao Casino da Figueira. Sala enorme para a ocasião não ajudou ao concerto que foi um simples desfiar do disco.

Os músicos são excelentes, como um amigo meu disse: eles tocam música leve e descomprometida com o peso e o compromisso de música de câmara...a música é gira, mas está demasiado colado a um conceito que terão de re-inventar.

Mas gostei muito, já que ainda não me fartei do disco, nem do fon-fon-fon.


Primeira fita do fim-de-semana: uma adaptação de um romance do Ian McEwan que eu tinha lido por entre a selva do Sri Lanka e a praia das Maldivas.

O realizador já tinha adaptado "Orgulho e Preconceito" fazendo um filme clássico em pleno séc.XXI.

Repetiu a fórmula e eu que não resisto a dramalhões bem filmados, convenci-me. 2ª vez.

 



Segunda fita do fim-de-semana: mais um filme "empírico" de Wes Anderson.

À saída do visionamento do anterior "Life Aquatic with Steve Zissou" perguntaram-me:

-Gostaste ?

-Adorei e tu?

-Pior filme que já vi. Como é que tu adoraste?

A verdade é que não sei, assim como não sei porque gostei tanto deste "Darjeeling Limited", olha porque sim, olha porque a um nível subconsciente alinho com a maluqueira destes tipos.



2ª feira. De manhã pedalo 45km sob ameaça séria de borrasca. O que me levará mais tarde, após dois dias sem me sentar direito, a comprar umas calças de ciclista com enchumaço de protecção aos orgãos de canalização. São de lycra. Vou usar uns calções "não-panisgas" por cima.
Terceira fita do fim-de-semana: um filme sério, crimes de colarinho-branco, o falecido Sydney Pollack como garantia de qualidade. Um bom e não-extraordinário filme.



Quarta fita do fim-de-semana: também eu já estive mais longe de comprar uma boneca anatómicamente correcta para me fazer companhia.
Só peço que o meu filme tenha um final feliz com este teve.
Ryan Gosling a sacar mais uma excelente interpretação, num filme leve que trata de coisas sérias.
Vem mais um fim-de-semana prolongado, se houver borrasca, venho cá dar mais seca, ok?

0 Comments:

Publicar um comentário

<< Home