segunda-feira, abril 16, 2007

O jogo...

Gostei muito do filme de ontem do CAE: “As vidas dos outros”, um filme com muita sensibilidade, para um tema muito sensível. E é um filme alemão...

Há uns dias, o tema do filme que fui ver foi o nascimento da CIA, ontem o tema foi a morte da STASI, polícia política da antiga RDA (República Democrática Alemã). Há uns dias um agente tentava não perder a sua humanidade, o agente de ontem tentava ganhar mais alguma.

Acho que no fundo, os diversos sistemas políticos, são apenas variações de um mesmo jogo de interesses, pessoais ou colectivos. Nesse jogo cruzam-se, desequilibram-se e reequilibram-se sucessivamente o lucro e a libido, a ambição material e a ambição estética, o corporativo e o narcisismo. Não há david’s e golias’s definidos: a libido de um, pode ser mais forte e determinar o lucro ou prejuízo de muitos outros...

Vamos todos viver e morrer nesse jogo. Em alguns sistemas vive-se mais e com felicidade, noutros vive-se menos e com sofrimento. Jogamos em tabuleiros mais pequenos em casa, no trabalho. Treinamos na escola.

Gostava de ver os tipos das jotas a ver este filme. Os do BE podiam ver com um sorriso amarelo, os da JC podiam ver às escondidas uns dos outros e por entre os dedos com que, em vão, lhes tentariam tapar os olhos. Os da JS e JSD não viam, porque normalmente não vêm filmes que cujos títulos não terminem em II ou III, ou que não tenham versões jogáveis na PS2. Os da JP sabem que ver filmes europeus é coisa de degenerados abortistas de esquerda. O PND (Nova Democracia) só tem um elemento, o Manuel Monteiro, logo não tem jota, e parece que não gosta de ir ao cinema sozinho. Os jotas do PNR não conseguem entender coisas com legendas e além disso parte-se-lhes o coração quando vêm imagens de Berlim pós-1945.

Se os jotas vissem estes filmes...Não tínhamos que aturar o menino da bola (PM) a mostrar fotocópias de certificados e o menino que quer mais bola do que outros meninos, a pedir, em desespero, uma investigação às fotocópias.

Sou um humilde peão da sociedade, do tal jogo, licenciado em engenharia, eterno ignorante...

0 Comments:

Publicar um comentário

<< Home