terça-feira, abril 03, 2007

Figueeeira, Figueira da Foz!!! Berço...trá-lá-lá...

Sexta-feira convidaram-me para ir ao grande auditório do CAE fotografar o concerto da banda de um colega meu e do seu filho. Ele é mais música ligeira, o filho é mais hip-hop, é um bom MC. Juntem isto com uma menina com voz de Chuva de Estrelas, um puto DJ e uma banda competente e têm o ramalhete completo.

O resultado musical é bastante sólido e respeitável, pode fazer sucesso entre os fãs dos Morangos, mas não é do meu tipo de gostos...hip-hop que fala da dureza que é a vida de um adolescente de classe média-alta numa cidade média balnear. Enfim.

Avisei o meu amigo que as minhas capacidades como fotógrafo são bastante limitadas assim como o meu equipamento. Fotografar um concerto é muito difícil. A luz é pouca e muito inconstante...

Lá fiz o meu trabalho, apanhei muitos bonés...mas entreguei algumas fotos razoáveis. Vou utilizar 3 das fotos para o concurso do meu fórum de internet, em que, de vez em quando, participo. O tema desta vez é “textures”. Aqui vão...


Não resisto a contar uma história tipicamente figueirense.

Eu não sabia, mas a Figueira da Foz tem um cantor de ópera internacional, pelos vistos bastante conhecido no circuito do canto lírico italiano. Parece que é funcionário da Câmara Municipal...também. Vai daí, a banda do meu amigo convida-o para uma sessão de hip-hop-ópera, estilo inovador, sem dúvida.

No concerto de sexta a colaboração é testada ao vivo. O cantor lírico aparece de fato formal e cabelo à Nuno-Rogeiro-que-não-vai-ao-barbeiro. Canta a cena com a banda. A voz é potente, o público entusiasma-se.

Eu estava nas laterais do palco a disparar, quando ele sai de cena sob forte ovação das crianças e idosos. Sim, eu sei, isto era um concerto de hip-hop, mas como estamos na Figueira, a assistência era maioritariamente crianças e idosos, ou não fossem os bilhetes à borliu. Bom, então o rouxinol diz:

CL (Cantor Lírico) – “O jovem captou este momento?”
Eu olhei para trás de mim e, como não estava ninguém, respondi:
JAF – “Bom, sim...”
CL – “O jovem acabou de presenciar um momento único. Melhor que isto, e daí não sei, só os U2 com o Pavarotti. Foi formidável...Captou este momento?”
Eu amarelamente sorri, batendo com o indicador na máquina fotográfica:
JAF – “Sim, sim. Esteja descansado...está captado!”

Surreal.

2 Comments:

Anonymous druida said...

melhor do que isso é que não há mesmo! fantástico

2:04 da tarde  
Anonymous gl. said...

eh, eh, eh :)
belas fotos, as usual...

4:43 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home